sexta-feira, 28 de maio de 2010

Acne


Acne é uma doença inflamatória da pele. A sua frequência é maior na adolescência, quando o nível elevado de hormonas sexuais causa o aumento da secreção de sebo pelas glândulas sebáceas, provocando o aparecimento de espinhas, bolhas e pontos negros principalmente no rosto, costas, peito e ombros.
Às vezes, os poros bloqueados se infeccionam aparecendo bolhas cheias de pus. Muitas vezes se coçam ou espreme essas bolhas, causando o agravamento da infecção e deixando cicatrizes ou manchas.
A acne é caracterizada pelo aumento de secreção de sebo pelas glândulas sebáceas, em conjunto com o acúmulo de células mortas no orifício do folículo pilossebáceo, obstruindo o poro da pele. Isto impede a saída de sebo pelo orifício. O acúmulo de sebo libera algumas substâncias que irritam a pele, causando inflamação, e é um meio propício para as bactérias se desenvolverem - notadamente, a Propionibacterium acnes.
O acne, na maioria dos casos é no rosto. Surgem também, com menor frequência, nas costas, peito, ombros e braços.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Azevinho - Devido às suas folhas verdes e brilhantes, persistentes no Inverno, e aos frutos vermelhos, o azevinho é muito apreciado como adorno natalício. Mas o abate incontrolado depressa o transformou numa espécie ameaçada. Hoje, só a sua protecção legal pode evitar que se extinga.

Carvalho - Outrora, nas florestas portuguesas abundavam os carvalhos. Mas quando se descobriu que a qualidade da madeira destas árvores era boa, os seus troncos foram utilizados na indústria do mobiliário e na construção civil. Por outro lado, também muitas florestas não conseguiram resistir ao fogo destruidor. Hoje, os carvalhos passaram para a lista das espécies mais ameaçadas. Amanhã, talvez deixem mesmo de existir.

http://ambientejunior.blogspot.com/2008/02/plantas-em-vias-de-extino-em-portugal.html

terça-feira, 25 de maio de 2010

Derramamento de petróleo no Golfo do México



Peritos da British Petroleum (BP) esperam conseguir ontem colocar um tubo que irá sugar grande parte do petróleo que está ser derramado, há semanas, no mar depois da explosão e afundamento de uma plataforma no Golfo do México.
Os técnicos ao serviço da companhia petrolífera trabalham desde sexta feira para conseguir colocar o tubo, de 1,6 quilómetros de cumprimento, em águas profundas, usando robots submarinos, com o intuito de sugar o crude para um tanque à superfície, já que até agora falharam as tentativas de selar o furo.
Doug Suttles, director de operações da BP, explicou que os técnicos tiveram de fazer reajustes na ligação do tubo ao tanque, mas estão agora a trabalhar de novo na sua colocação até ao furo de onde jorra o petróleo.
Noutra frente para travar a catástrofe ecológica, a BP começou a colocar dispersantes químicos debaixo de água, um procedimento novo até agora e cujos efeitos não se conhecem.
Http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=5&id=152478&sup=0&sdata=

O tubarão -elefante


O tubarão-elefante, tubarão-frade ou tubarão-peregrino (Cetorhinus maximus) é um tubarão lamniforme, único representante da família Cetorhinidae e género Cetorhinus. É o segundo maior peixe existente no mundo, depois do tubarão-baleia.
O tubarão-elefante atinge 10 metros de comprimento. A sua dieta é composta por plâncton, filhotes e ovos de peixes e podem armazenar comida. Vive nas costas de águas temperadas de todo o mundo, onde é encontrado perto da superfície. O tubarão-elefante atinge a maturidade entre os 2-4 anos de idade. Se acasalam no verão nas costas dos mares do Norte da Europa, tendo 3,5 anos de gestação. São ovíparos e geram 1 a 2 filhotes de 1,5m por gestação.

A Colisa


A Colisa é um peixe de água doce, da família Osphronemidae. É um dos peixes mais conhecidos entre os aquaristas, pela sua coloração e pela facilidade de sua criação. São peixes que assim como os Betas, respiram ar atmosférico, necessitando, assim, de menos oxigênio (mesmo assim, é bom sempre trocar a água) . Dependendo do peixe, podem mostrar comportamento diferente, alguns sendo mais calmos e outros mais agressivos dentro do aquário. Podem viver em aquários comunitários, sempre evitando colocá-los com tricogasters, que podem persegui-los. As colisas podem viver junto com peixes menores que eles.


Hubble detecta estrela «devoradora» de planetas


O telescópio espacial Hubble, da NASA, identificou uma estrela semelhante ao Sol a «devorar» um planeta, noticia o «The Astrophysical Journal Letters».
Os astrónomos já tinham conhecimento da capacidade de algumas estrelas «engolirem» planetas nas suas órbitas, no entanto, esta foi a primeira vez que foi visto tão claramente, refere a BBC.
A distância a que se encontrava o planeta, identificado como Wasp-12b, era demasiado elevada para o Hubble conseguir fotografar, mas os cientistas puderam criar uma imagem a partir da análise dos dados do telescópio.
Os cientistas referem que podem passar dez milhões de anos até o planeta ser completamente «devorado» pela estrela.

http://diario.iol.pt/tecnologia/tvi24-nasa-estrela-planeta-comer-engolir/1165031-4069.html

O Guppy


O Guppy ou lebiste (Poecilia reticulata) é um belo peixe ornamental de comportamento pacífico, originário da América Central e América do Sul, com vida de aproximadamente 2 anos, usado em exposições aquarísticas. O guppy é um animal ovovivíparo da família dos poecilídeos. O comprimento do macho adulto é de aproximadamente 5 centímetros e o da fêmea, 7 cm.
Pode ser facilmente encontrado em rios do Sudeste do Brasil, mesmo poluídos, sendo muitas vezes confundido por leigos com girinos. Em sua forma original, possui um tom cinzento, porém a partir de cruzamentos em cativeiro costuma adquirir cores fortes, dos mais variados tipos. A partir daí, existem diversas "raças", ou "matrizes", que podem ser comercializadas por um preço considerável.
O guppy em sua forma original não costuma ser utilizado para aquariofilia, sendo o guppy propriamente dito suas variantes coloridas.

Diga não ao tabaco


Um menino de apenas 3 anos de idade, com nível de nicotina no organismo 200 vezes maior do que o recomendado para um adulto. Assim como ele, 24% das crianças até 5 anos avaliadas no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) apresentavam sinais no organismo típicos de um fumante. Nenhuma delas precisou ser usuária direta do tabagismo. A pesquisa, realizada com 78 garotos, mapeou os efeitos do fumo passivo na infância. “As análises foram feitas por meio da dosagem de cotinina (reação da nicotina) na urina das crianças”, explica Jorge Lotufo, pneumologista pediátrico do Hospital Sírio-Libanês e autor do estudo. “O ideal seria ter concentração zero, mas em um quarto delas o índice foi maior. Em um dos meninos, que morava em uma casa com três fumantes, a marca chegou a 272,6 mg/ml”, diz Lotufo, ao ressaltar que a concentração amplia em até cinco vezes a chance de ocorrência de morte súbita nas crianças.


O Orangotango


O orangotango (cujo nome vem de duas palavras da língua malaia que, juntas, significam "pessoa da floresta") é um animal quadrúpede da ordem dos primatas que vive nas florestas da Indonésia e da Malásia.
Têm entre 1,10 e 1,40 m de altura, o que os faz a segunda maior espécie de primata do mundo.
Não existem muitos interesses comerciais em caçar os orangotangos, entretanto a ocupação humana nas áreas florestais de Sumatra e Bornéu colocou os orangotangos na lista de animais ameaçados de extinção. Segundo os cientistas, restam pouco mais de 100 000 orangotangos no mundo, sendo que o rápido crescimento do ritmo de devastação permite fazer a previsão que a extinção da espécie ocorrerá em algumas décadas.
Os orangotangos são animais territorialistas, para demarcar território o macho dá um grito estrondoso que avisa os outros orangotangos para não entrarem em seu território. Os machos adultos são pouco sociáveis, e procuram as fêmeas uma vez por ano, na época da seca. Uma característica sexual notável é o crescimento de "abas" nas laterais da fronte e no pescoço dos machos maduros, o que lhes dá um aspecto bastante peculiar.
As fêmeas vivem em grupos, mas aparentemente sem a mesma hierarquia encontrada em outras espécies de antropóides. Os filhotes nascem após nove meses de gestação, passando a ficar agarrados aos pelos longos das costas da mãe. No ambiente silvestre, a taxa reprodutiva é baixa, o que contribui ainda mais para o risco de extinção.


in http://pt.wikipedia.org/wiki/Orangotango

Vacina contra tabaco pode chegar em 2012


Uma equipa de investigadores da Universidade de Michigan – Califórnia, nos EUA, está a testar uma vacina contra o vício de fumar: a NicVAX. "Usar uma vacina para tratar a dependência de nicotina é uma das abordagens mais originais para combater o vício", considerou Jonathan Henry, coordenador da equipa envolvida no projecto. A taxa de sucesso relativa aos estudos já realizados é de 80% e "os resultados são promissores", confirma Luís Rebelo, presidente da Confederação Portuguesa de Prevenção do Tabagismo. Espera-se que em 2012, depois de ter sido testada em 25 países, a vacina esteja disponível no mercado: "Temos esperança de que a estratégia ajude os fumadores a deixar o vício", acrescenta Jonathan Henry.

A Nabi Biopharmaceuticals of Rockeville é o grupo responsável pelo desenvolvimento e fabrico deste produto único, capaz de criar anticorpos que se ligam às moléculas da nicotina, impedindo que ela atravesse a barreira hematoencefálica e permita a libertação de dopamina – responsável pela sensação do prazer de fumar. "Ao nível cerebral, a nicotina não provocaria tanta dependência nem a sensação de recompensa", explicou Luís Rebelo.

Depois de testada a segurança da vacina, cerca de 300 voluntários estão envolvidos num novo ensaio com o objectivo de prolongar o efeito dos anticorpos produzidos pela NicVAX, os quais, por enquanto, têm a duração de apenas um mês. O tratamento está a ser programado de forma a eliminar o efeito de dependência e evitar possíveis recaídas. Melanie Marchese.


O Dragão de Komodo


Dragão-de-komodo ou crocodilo-da-terra (Varanus komodoensis) é uma espécie de lagarto que vive nas ilhas de Komodo, Rinca, Gili Motang e Flores, na Indonésia. Pertence à família de lagartos-monitores Varanidae, e é a maior espécie de lagarto conhecida, chegando a atingir 2–3 m de comprimento e 70 kg de peso. O seu tamanho invulgar é atribuído a gigantismo insular, uma vez que não há outros animais carnívoros para preencher o nicho ecológico nas ilhas onde ele vive, e também ao seu baixo metabolismo. Como resultado deste gigantismo, estes lagartos, juntamente com as bactérias simbiontes, dominam o ecossistema onde vivem. Apesar dos dragões-de-komodo comerem principalmente carniça, eles também caçam e fazem emboscadas a presas incluindo invertebrados, aves e mamíferos.
A época de reprodução começa entre maio e agosto, e os ovos são postos em setembro. Cerca de vinte ovos são depositados em ninhos de Megapodiidae abandonados e ficam a incubar durante sete a oito meses, e a eclosão ocorre em abril, quando há abundância de insectos. Dragões-de-komodo juvenis são vulneráveis e, por isso, abrigam-se em árvores, protegidos de predadores e de adultos canibais. Demoram cerca de três a cinco anos até chegarem à idade de reprodução, e podem viver até aos cinquenta anos. São capazes de se reproduzir por partenogénese, no qual ovos viáveis são postos sem serem fertilizados por machos.
Os dragões-de-komodo foram descobertos por cientistas ocidentais em 1910. O seu grande tamanho e reputação feroz fazem deles uma exibição popular em zoológicos. Na natureza, a sua área de distribuição contraiu devida a actividades humanas e estão listadas como espécie vulnerável pela UICN. Estão protegidos pela lei da Indonésia, e um parque nacional, o Parque Nacional de Komodo, foi fundado para ajudar os esforços de protecção.

Lêmure


Lêmure ou lémure. Refere-se a qualquer espécie da infra-ordem Lemuriformes, todas elas arborícolas, de hábitos noturnos, endémicas da ilha de Madagascar. Assemelham-se aos símios, no aspecto e nos hábitos, mas são dotados de focinho que lembra o da raposa de grandes olhos, pêlo lanoso, muito macio, e cauda geralmente longa e peluda, nunca preênsil.
A palavra lémure deriva do latim "lemures", que significa "espírito da noite" ou "fantasma" e deve-se provavelmente ao facto de estas criaturas serem brancas e noctivagas, perambulando pela noite e fazendo os seus chamamentos.



Questionário sobre a poluição


Fizemos um questionário a professores e funcionários, para sabermos os conhecimentos das pessoas acerca da poluição. Este questionário foi feito a 12 pessoas da nossa escola, às quais foram feitas as seguintes perguntas:

1-O que entende por poluição?

2-Que tipos de poluição conhece?

3- Qual a poluição que mais o/a afecta?

4- Recicla em casa? Que tipo de materiais?

5- Está a par das associações que têm como objectivo limpar Portugal? Quais?

6- Se visse alguém a deitar lixo para o chão o que faria?

7- Você contribui para a poluição?

Das pessoas inquiridas 58% respondeu que a poluição é tudo o que altera a natureza, sendo que 34% das pessoas respondeu que a poluição era o lixo mal tratado. Os restantes 8% considera que a poluição é provocada pelos gases dos carros.
Maioria das pessoas respondeu que a poluição mais conhecida é a poluição atmosférica, no entanto também mencionaram outros tipos de poluição: sonora, aquática, ambiental e terrestre.
42% respondeu que todas as poluições as afectam, 33% das pessoas respondeu que a poluição que mais lhes afecta é a do ar, 17% respondeu que é a sonora. Os restantes 8% mencionaram que a do solo é que mais lhes afectam.
No que refere à reciclagem grande percentagem das pessoas que responderam, fazem separação de lixo em casa (75%), e apenas 17% não o fazem. No entanto existe ainda uma percentagem mínima (8%) que fazem algumas vezes. Os materiais que as pessoas mais reciclam em casa são o vidro, o plástico e o papel. No entanto também há quem recicle relva.
Relativamente ao conhecimento de associações relacionadas com reciclagem, uma grande maioria das pessoas tem conhecimento da sua existência (84%), e apenas 16% dizem não ter conhecimento ou conhecerem pouco.
Em relação ao comportamento que as pessoas têm quanto ao lixo deitado para o chão, maior parte das pessoas (83%) repreendia ao ver alguém deitar lixo para o chão. Os restantes 17% respondeu que iria apanhar o lixo à frente da própria pessoa.
As 12 pessoas responderam que contribuem para poluição.
Após análise do inquérito, verificamos que todas as pessoas inquiridas, têm a consciência de que poluem, mas que é inevitável produzirem lixo. Logo a preocupação principal será tentar reciclar o mais possível do lixo produzido, de modo a termos um mundo melhor, para as gerações futuras.


Trabalho realizado por: Catarina, Laura, Mariana e Tânia.

Prevenção contra as drogas



Muito se tem feito nos últimos tempos para que as pessoas se previnam contra o uso de drogas. Mas também muito se tem feito, legal ou ilegalmente, para que elas sejam usadas. O resultado final é que as pessoas estão consumindo cada vez mais drogas.
Usar drogas, significa em primeira instância, buscar prazer. É muito difícil lutar contra o prazer, porque foi ele que sempre norteou o comportamento dos seres vivos para se autopreservarem e perpetuarem sua espécie. A droga provoca o prazer que engana o organismo, que então passa a querê-lo mais, como se fosse bom. Mas o prazer provocado pela droga não é bom, porque ele mais destrói a vida do que ajuda na sobrevivência. A prevenção tem de mostrar a diferença que há entre o que é gostoso e o que é bom.
Todo usuário e principalmente sua família têm arcado com as consequências decorrentes desse tipo de busca de prazer.
Pela disposição de querer ajudar outras pessoas, parte da sociedade procura caminhos para previnir o maior mal evitável deste final de milênio.


Amherstia nobilis Wallich


Família: Fabaceae (Leguminosae)
Subfamília: Caesalpinioideae
Nome Científico: Amherstia nobilis Wallich
Nome Comum: Orgulho-da-Índia, pride of Burma, orchid tree, queen-of-flowering-tree.
Origem: Burma (Myanmar) e Índia.
Curiosidade: Conhecida mundialmente como a "Rainha das Árvores". O nome científico homenageia a Sra. Amherst, como faisão da senhora Amherst.

Descrição: Árvore com altura de 4 a 12 m. Inflorescência pendente com brácteas vermelhas em racemos longos. Flores com cálice vermelho e corola com 3 pétalas vermelhas manchadas de amarelo, sendo duas alas e um estandarte, lembrando orquídeas. Estames longos. Folhas Compostas. Vagem verde clara com manchas vermelhas nas laterais.

http://www.infobibos.com/Fichas/Amherstia_nobilis/

Sopa Primavera Macrobiótica


Ingredientes:

½ kg de abóbora
2 cenouras
1 cebola
½ pimento vermelho
1 dente de alho
1 tira de alga kombu
2 colheres de sopa de azeite
Folhas de manjericão fresco
Sal, q.b.
1 colher de chá de sumo de gengibre
150 g de massa em concha ou cotovelos

Preparação:



Corte a abóbora, a cebola, as cenouras e o pimento em quadradinhos e esmague o alho. Aqueça o azeite, coloque todos os vegetais na panela e salteie alguns minutos. Junte 1 chávena de sopa de água, a tira de alga kombu, previamente demolhada, e cozinhe 15 a 20 minutos.Junte ½ litro de água, deixe ferver e tempere com o sal, o sumo de gengibre e algumas folhas de manjericão.Retire a alga kombu e triture tudo até obter um puré macio.Coza a massa, separadamente, em água a ferver com sal e escorra num passador. Junte a massa à sopa e envolva bem. Guarneça com uma folhinha de manjericão. No Verão, pode servir esta sopa fria. É super saborosa e nutritiva.



terça-feira, 18 de maio de 2010

A Foca-Monge-do-Mediterrâneo


A foca-monge-do-mediterrâneo (Monachus monachus), também conhecida por lobo-marinho é provavelmente o membro da família das focas mais ameaçado de extinção. Outrora espalhada pelo Mediterrâneo e águas adjacentes, hoje estima-se que haja somente em torno de 400 indivíduos restantes desse mamífero marinho.
A foca-monge constitui um dos géneros da família dos focidas. Compreende a foca-monge-do-havai (Monachus schauinslandi), a foca-monge-do-caribe (Monachus tropicalis), que entretanto foi considerada extinta, e, por último, a foca-monge-do-mediterrânio (Monachus monachus).





in http://pt.wikipedia.org/wiki/Foca-monge-do-mediterrâneo

Os efeitos da droga


- Estado de ânimo: diminuição da tolerância ao efeito eufórico. Disforia crescente: ânimo deprimido; irritabilidade; suspicácia; fobias; apatia. Mudança busca até psicose paranóide. - Rendimento: diminuição progressiva do rendimento. Diminuição da memória e da capacidade de concentração. - Estado vigil: reduz a sensação de fadiga durante os estados de privação do sono. - Sexualidade: gradual redução da excitabilidade sexual nos homens: tendência à impotência. Hiperexcitabilidade ou frigidez sexual nas mulheres, segundo os casos. Como consequência, tende-se a aumentar a dose e a periodicidade no consumo da droga a fim de conseguir os efeitos (no fundo - dizem - são só 'sensações') próprios do estado de euforia motivados pela sua administração. As pessoas que se encontram nesta situação, tendem a infravalorizar os aspectos negativos que foram assinalados, apoiando-se nos comentários doutros iniciados, que lhe tornam muito difícil escapar a essa dependência. Não deve omitir-se, entre os efeitos, a desorganização considerável da estrutura da personalidade que submete a inteligência à servidão das chamadas 'sensações', nem sempre prazenteiras, e aniquila a capacidade motivadora de qualquer valor ou ideal, tornando impossível viver a virtude da temperança e outras virtudes.


Transplantes com falta de profissionais


O primeiro transplante de órgãos feito em Portugal foi há 40 anos. Muitas vidas foram salvas desde então e muito evoluiu esta área da medicina no País, a tal ponto que é o segundo do Mundo com mais doação de órgãos por milhão de habitante (26,7). Porém, o aumento da recolha de órgãos esbarra nas limitações do número de profissionais.

O Texugo


Os texugos são animais de pernas curtas e atarracados, carnívoros que pertencem à família dos mustelídeos (Mustelidae, a mesma família de mamíferos e dos furões, doninhas, lontras, e muitos outros tipos de carnívoros). Existem oito espécies de texugo, divididos nestas três subfamílias: Melinae (texugos da Europa e Ásia – ver ligações nas lista de espécies abaixo), Mellivorinae (o ratel ou texugo-do-mel), e Taxideinae (o texugo-americano). O texugo fedido asiático do gênero Mydaus costumava ser incluído com os Melinae, mas recentes evidências genéticas[carece de fontes? indicam que seriam de fato parentes do Velho Mundo dos cangambás (família Mephitidae). Os texugos típicos (Meles, Arctonyx, Taxidea e da espécie Mellivora) têm pernas curtas e são corpulentos. A maxilar inferior é articulada à superior por meio de um côndilo transversal firmemente fixado a uma cavidade longa do crânio, para que a deslocação do maxilar seja quase impossível. Isto permite ao texugo manter a sua presa com uma tenacidade máxima, porém limita o movimento de sua mandíbula a dobrar de forma a abrir e fechar ou escorregar de lado a lado, sem o movimento de torção possibilitado pelas mandíbulas da maior parte dos mamíferos.


As Lampreias


As lampreias são ciclóstomos de água doce ou anádromas com forma de enguias, mas sem maxilas. A boca está transformada numa ventosa circular com o próprio diâmetro do corpo, reforçada por um anel de cartilagem e armada com uma língua-raspadora igualmente cartilaginosa. Várias espécies de lampreia são consumidas como alimento.
As lampreias são classificadas no clade Hyperoartia, dentro do filo Chordata, por oposição aos Gnathostomata, que incluem os animais com maxilas. Todas as espécies conhecidas são agrupadas na classe Petromyzontida ou Cephalaspidomorphi, na ordem Petromyzontiformes e na família Petromyzontidae. Ver também.
Algumas espécies de lampreias têm um número de cromossomas que é recorde entre os cordados, chegando a 174. A larva ammocoetes tem um tamanho máximo de 10 cm, enquanto que os adultos podem ultrapassar 120 cm.



Cancro da laringe

A origem do cancro da laringe, como acontece com todos os cancros, ainda não é suficientemente clara. Todavia, ao contrário do que sucede nos outros tipos de cancro, no da laringe são conhecidos alguns factores intimamente ligados ao seu desenvolvimento, os quais podem ser considerados factores causadores. O principal é, sem dúvida, o hábito de fumar, pois o fumo do tabaco contém substâncias cancerígenas cuja repetida inalação pode provocar a transformação anómala de algumas células da mucosa laríngea. Deste modo, começam a multiplicar-se exageradamente, o que dá origem a um tumor que cresce, invade as estruturas adjacentes e se dissemina para outros tecidos e órgãos afastados, formando tumores secundários (metástases). De facto, a relação entre o tabagismo e o cancro da laringe é tão íntima que, tal como é evidenciado em inúmeros estudos, no mínimo 90% das pessoas afectadas é fumadoras. Além disso, nos vários estudos efectuados sobre o assunto, detectou-se uma relação directa entre o número de cigarros fumados habitualmente por dia e o risco de sofrer da doença. Além do tabagismo, determinaram-se outros factores de risco, como o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e também a laringite crónica, provocada por infecções agudas repetidas, má utilização da voz ou inalação persistente de ar contaminado por pó ou vapores irritantes.

http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=204

Como se livrar radicalmente do vício?


Felizmente dentro do ser humano existe um poder latente capaz de extirpar de seu interior qualquer tipo de vício.
Como você já deve estar imaginando, se o vício é devido aos defeitos psicológicos o meio para eliminá-lo é a morte psicológica.

Além da dependência psicológica que o vício acarreta, um outro problema para eliminar esses vícios de drogas, álcool, fumo, etc. é a dependência química, pois o organismo do viciado ficou condicionado a trabalhar com estas substâncias.
Por isso na maioria das vezes não é possível deixar o vício imediatamente, e nestes casos o mais indicado é combinar o trabalho da morte psicológica com a redução gradual da substância do qual se é dependente.

Vejamos abaixo um exemplo que pode ser utilizado na prática:
Suponhamos que determinada pessoa esteja habituada a ingerir por dia não menos que 20 copos de bebida alcoólica.
Esta pessoa deveria se disciplinar para, durante uma semana, ingerir no máximo 19 copos de bebida por dia, e toda vez que esta pessoa sentir vontade ou sequer pensar em beber além disso, ela aplicará a morte psicológica nestes defeitos.
Na semana seguinte a pessoa passará a ingerir no máximo 18 copos de bebida por dia e, novamente, toda vez que esta pessoa sentir vontade de beber além disso aplicará a morte psicológica.
E assim continuará, semana após semana, até quando não esteja consumindo nenhuma quantidade de bebida alcoólica.
Seguindo essa disciplina a pessoa não só irá deixar de beber, como também não mais sentirá nenhuma vontade de fazê-lo.


O Hibisco da ilha Philip


É uma das plantas mais raras do mundo e encontra-se numa ilha não habitada do Pacífico.
As plantas novas não crecem, por causa dos coelhos e da acumulação de oliveiras africanas.
Nome do livro: Natureza em Perigo (Espécies em Extinção)
Autor: John Burton
Data da Publicação: Abril de 1989

O vicio do álcool


O vício do álcool traz terríveis consequências para o viciado. Além dos conhecidos malefícios que vão desde cirrose à alucinação e loucura, o álcool também é desastroso para a parte espiritual, pois possui o poder de reviver os defeitos psicológicos que já foram eliminados através da morte psicológica.
O mais perigoso é que o álcool é tratado como algo sociável, sempre presente em reuniões, festas, comemorações e até mesmo dentro dos lares, sem distinção de classe social ou cultural. Por toda parte se infiltra muito subtilmente o vício do álcool.
Com isso vemos a cada ano as pesquisas indicarem que a idade média para a ingestão da primeira dose de bebida alcoólica pelos jovens é cada vez menor.

A seguir transcrevemos alguns trechos do livro O Mistério do Áureo Florescer:

“Resulta palmário e manifesto que o álcool tende a eliminar a capacidade de pensar independentemente, já que estimula, fatalmente, a fantasia, e de julgar serenamente, assim como debilita, espantosamente, o sentido ético e a liberdade individual.
Os ditadores de todos os tempos, os tiranos não ignoram que é mais fácil governar e escravizar um povo de beberrões que um povo de abstêmios.
É igualmente sabido que, em estado de embriaguez, pode-se fazer aceitar a uma pessoa qualquer sugestão e cumprir atos contra seu decoro e sentido moral. É demasiado notória a influência do álcool sobre os crimes, para que haja necessidade de insistir nisso”.


Deixar a droga


Em primeiro lugar é preciso entender que o factor mais importante que condiciona o sucesso do tratamento é a própria motivação do toxicodependente para resolver o seu problema.


Comportamentos perante um toxicodependente

Comportamentos Negativos
Perseguir para vigiar o toxicodependente.

Dramatizar os seus primeiros consumos.

Culpabilizá-lo e recriminá-lo continuamente.

Fingir que não dá importância ao problema.

Deixar-se desrespeitar pelo toxicodependente.

Permitir que o toxicodependente lhe destrua a vida.

Ceder à chantagem e às ameaças (de que se matará, vai roubar ou prostituir-se se não lhe der dinheiro para a droga).

Chantagear ou ameaçar o toxicodependente para que ele se trate.

Fazer dele apenas uma vítima.

Fazer de si próprio uma vítima dele ou do seu problema.

Esconder a droga dele ou os seus utensílios.


Comportamentos Positivos


Fazer ver-lhe que está disponível para o ajudar a tratar-se (e nunca para o ajudar a comprar droga).

Dar-lhe afecto e compreensão (mas sempre recusando ajudá-lo a consumir ou a destruir a sua própria vida familiar e profissional).

Dialogar e reflectir em conjunto.

Impor um mínimo de regras ou disciplina em casa.

Aplaudir pequenos sucessos.

Não acreditar nos "charlatães" que prometem curas numa semana, e pelo contrário, assumir que a recuperação é um processo de meses ou anos ...


O Condor-da-Califórnia


O condor-da-califórnia ou condor-californiano é uma ave da família Cathartidae. É nativo da América do Norte, sendo atualmente encontrado somente na região do Grand Canyon e das montanhas do oeste da Califórnia, nos Estados Unidos, e ao norte da Baixa Califórnia, no México. Apesar de outros membros fósseis serem conhecidos, é a única espécie sobrevivente do gênero Gymnogyps.
A maior parte de sua plumagem é uniformemente negra, exceção feita apenas às manchas brancas situadas na parte inferior das asas. A cabeça, desprovida de penas, normalmente possui uma tonalidade amarelada, podendo tornar-se avermelhada ou arroxeada, dependendo do humor da ave. Possui a maior envergadura dentre todas as aves da América do Norte, chegando a 2,90 metros, e está entre as mais pesadas do continente, variando de 7 a 14 kg. É detritívora, alimentando-se de grandes quantidades de carniça. Apresenta uma das maiores expectativa de vida entre as aves, podendo ultrapassar os 50 anos.
O número de condores-da-califórnia foi drasticamente reduzido durante o Século XIX, devido à caça, saturnismo e destruição de habitat. Encontra-se na lista vermelha da IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) e seu status atual é "criticamente em perigo". A espécie já foi considerada extinta em estado selvagem entre 1987 e 1992.
Os condores, assim como os urubus, apesar de serem conhecidos também por abutres do novo mundo, são, segundo a nova Taxonomia de Sibley-Ahlquist, mais próximos às cegonhas do que aos abutres propriamente ditos.


Salada de arroz integral e trigo

Ingredientes
1/2 xícara (chá) de arroz integral
1/2 xícara (chá) de trigo integral em grãos
1 pé de alface americana picada
1 maço pequeno de agrião
1 maço pequeno de rúcula
2 mangas médias em fatias

Molho

4 colheres (sopa) de suco de limão
3 colheres (sopa) de manjericão
3 colheres (chá) de sal

Modo de Preparação:

Em uma panela de pressão com 1 litro de água, coloque o arroz e o trigo lavados. Leve ao fogo e, assim que ferver, tampe a panela e cozinhe por 15 minutos, ou até ficar “al dente”. Retire do fogo, coloque-os em uma peneira e passe por água fria para interromper o cozimento. Reserve. Em uma saladeira, disponha as folhas verdes. Na parte central, coloque o arroz e o trigo e distribua as fatias de manga.
Preparação do Molho:
Coloque em uma molheira, o suco de limão, o manjericão e o sal. Misture, amassando o manjericão e regue a salada. Sirva com Suco de Maçã e Beterraba. Descasque 2 beterrabas médias, pique-as e coloque no liquidificador com 1 litro de suco de maçã pronto, 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo e 4 pedras de gelo. Bata até ficar homogêneo e sirva. As verduras de cor verde-escura são ricas em ácido fólico, cálcio e ferro, além de vitaminas A e C. As fibras solúveis dessa refeição ajudam a eliminar o excesso de colesterol.

Fonte: Revista Água na Boca

Animais em Extinção

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A COCAÍNA


A cocaína é uma substância natural, extraída das folhas de uma planta que ocorre exclusivamente na América do Sul: a Erythroxylon coca, conhecida como coca ou epadú, este último nome dado pelos índios brasileiros. A cocaína pode chegar até o consumidor sob a forma de um sal, o cloridrato de cocaína, o "pó", "farinha", "neve" ou "branquinha" que é solúvel em água e, portanto, serve para ser aspirado ou dissolvido em água para uso endovenoso ("pelos canos"); ou sob a forma de uma base, o crack que é pouco solúvel em água mas que se volatiliza quando é aquecida e, portanto, é fumada em "cachimbos".Também sob a forma base, a merla (mela, mel ou melado) preparada de forma diferente do crack, também é fumada.


in wikipédia

PEDRA NA VÍSICULA



As pedras levam geralmente anos para se formarem. Algumas podem - se formar em meses. Estão presentes em 20% das mulheres e 10% dos homens. Há dois tipos básicos de pedras: pedras de colesterol e pedras de pigmentos biliares. As de colesterol são as mais comuns.
Cerca de 75% das pessoas que tem pedras na vesícula não tem sintomas. O sintoma mais comum é a dor aguda, tipo cólica na parte superior de abdômen, algumas vezes sendo confundida com problemas de estômago, ou problemas de coluna.
Pacientes com pedras na vesícula sem sintomas devem evitar alimentos gordurosos e considerar acirurgia como o melhor tratamento. Pessoas que perdem peso rapidamente tem maior risco na formação de pedras de colesterol. Pedras de pigmentos biliares estão presentes em pacientes com doenças hematológicas.


in wikipédia

terça-feira, 11 de maio de 2010

Buprenorfina cura vicio da droga


A droga é derivada da heroína e serve como substituta para os usuários de ópio e heroína que já estão viciados e completamente destruídos pela droga. Vem fazer com que o adicto não sinta a ressaca da abstinência tão violentamente e que, a médio prazo, lide de forma mais saudável com o fim do vício pelo ópio ou por heroína. Este medicamento de substituição tem revelado bons resultados e funciona da seguinte maneira: no começo usa-se uma dosagem de acordo com os consumos do viciado em heroína, que vai sendo vigiada e reduzida lentamente até 0 miligramas, conforme o paciente não sinta mais a necessidade dos opiácios (morfina e heroína).


O Peixe-Bruxa




O peixe-bruxa é um animal difícil de classificar devido ás suas características.Habitam em águas frias ou temperadas, no norte e sul dos oceanos Atlântico e Pacifico. Vivem em fundos de lodo onde se enterram e alimentam-se de peixes doentes ou mortos.As fêmeas produzem de 20 a 30 ovos com cerca de 25 mm de diâmetro.São uma espécie com pouco valor culinário (excepto no Japão). Encontram-se ameaçados uma vez que são capturados pela sua pele que é forte e macia e é vendida como “ pele - de - enguia ”.Estão identificados cerca de 64 peixes - bruxa.
O peixe-bruxa é considerado o peixe mais nojento de todo o oceano pois o seu mecanismo de defesa consiste em largar o liquido viscoso que se transforma em gel grosso quando entra em contacto com a água. É um gel muito eficiente, capaz de prender o próprio peixe, que depois escapa dando nós em si mesmo.






micose nas unhas (onicomicose)


O que é?
A onicomicose é uma infecção que atinge as unhas, causada por fungos. As fontes de infecção podem ser o solo, animais, outras pessoas ou alicates e tesouras contaminados. As unhas mais comumente afectadas são as dos pés, pois o ambiente húmido, escuro e aquecido, encontrado dentro dos sapatos e ténis, favorece o seu crescimento. Além disso, a queratina, substância que forma as unhas, é o "alimento" dos fungos.

Diarreia Aguda na Criança


A diarreia, em especial nos primeiros 5 anos de vida, é uma das principais causas de hospitalização e morbilidade, em todo o Mundo, cuja incidência é dependente do nível sócio-económico e cultural do país. Apesar de se assistir a uma diminuição da incidência e da gravidade da diarreia aguda, esta doença continua a ser responsável por uma elevada taxa de mortalidade nos países em desenvolvimento, o que já não acontece em Portugal.

…mas, o que se entende por Diarreia?

Diarreia define-se como o aumento da frequência das dejecções ou diminuição da consistência das fezes, em relação aos hábitos normais da criança. Ao avaliar estas alterações importa ter em conta os hábitos normais da criança, porque existe uma enorme variabilidade de padrões de excreção fecal de criança para criança, podendo variar na mesma com a idade e o tipo de alimentação.

in:http://www.hevora.min-saude.pt/docs/pediatria/diarreia.pdf

O que é a droga?


Droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que introduzida no organismo modifica suas funções. As drogas naturais são obtidas através de determinadas plantas, de animais e de alguns minerais. Exemplo a cafeína (do café), a nicotina (presente no tabaco), o ópio (na papoula) e o THC tetrahidrocanabiol (da cannabis). As drogas sintéticas são fabricadas em laboratório, exigindo para isso técnicas especiais. O termo droga, presta-se a várias interpretações, mas ao senso comum é uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo, modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento.


sintomas iniciais da gravidez


Os sintomas iniciais da gravidez geralmente aparecem nas primeiras semanas após a concepção. Embora nem todos esses sinais e sintomas estejam universalmente presentes, nem sejam diagnóstico por sim mesmos, tomados em conjunto pode ser úteis para diagnóstico presumido de gravidez:
Presença de hcg no sangue e urina, detectado em teste caseiro ou de laboratório. Esse é o sinal mais confiável de gravidez. Falta de menstruação.Elevação da temperatura basal por mais de duas semanas depois da ovulação.Escurecimento do Sintomas iniciais da gravidez. Amaciamento do istmo-cervical.


Diagnóstico de gravidez

O início da gravidez pode ser detectado de várias formas, incluindo testes que detectam hormônios\ gerados pela placenta recém formada. Testes clínicos de sangue e urina podem detectar a gravidez logo depois da implantação, a qual ocorrer 6-8 dias depois da fertilização.
in wikipédia

As razoes do consumo de drogas


Poderíamos afirmar que os motivos que levam um determinado individuo a interessar-se pelas drogas podem ser tão variados como as pessoas que as consomem. Contudo, vejamos alguns:

-prazer que causam os efeitos imediatos.
-o facto de os outros as consumirem.
-experimentar os efeitos que causam e viver novas experiências.
-porque os em dia, em todo o lado, e fácil obter drogas.
-por rebeldia face as regras dos adultos.
-para fugir da realidade.


inManual Prevenção

Alergias


Nós felinos produzimos glucoproteína Fel d1 que está presente na nossa saliva e, consequentemente, no nosso pêlo. Ora infelizmente para alguns donos (por norma aqueles com uma desregulação no sistema imunitário), esta substância desencadeia uma série de reacções alérgicas que podem ir de simples espirros, erupções cutâneas e irritação das vias respiratórias, até asma, em casos mais graves. É uma dor enorme no meu pequeno coração ter que lhe dizer isto, mas, se esta situação se verificar em si ou em qualquer outro membro da família, os felinos não são a melhor opção em termos de animal doméstico. A não ser (sim há esperança!) que tenha um gato “Siberiano” ou “Bosque de Sibéria” como também é conhecido – estes privilegiados não produzem a glucoproteína!

in: http://ronronar.com/artigos/doencas-que-gatos-transmitem-pessoas

O Tritão Palmado


O tritão-palmado (Lissotriton helveticus) é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae.
Pode ser encontrado na Europa ocidental e do norte, em lagoas, lagos, canais, pauis, florestas, terrenos de pasto e agrícolas e por vezes em áreas costeiras. Passa o período de acasalamento (Fevereiro a Maio) na água, pondo 100 a 300 ovos que eclodem em larvas dentro de 2 a 4 semanas. As larvas sofrem uma metamorfose dentro de 6 a 9 semanas. Em áreas mais frias, as larvas por vezes passam o inverno na água sofrendo a metamorfose apenas no ano seguinte. Tornam-se sexualmente maduros durante o segundo ano, mas também ocorre neotenia nesta espécie. Os adultos hibernam em terra, em baixo de troncos ou pedras, de Novembro a Março, ou, mais raramente, dentro de água.
Os machos adquirem membranas interdigitais nos membros posteriores durante a época de reprodução, de onde o seu nome.


O Pica-Pau "Bico-de-Marfim"

Em tempos era caçado pelos índios norte – americanos, que faziam colares com o seu bico.
O seu habitat, no continente, foi destruído pelos colonizadores europeus e apenas sobrevive em Cuba.





Nome do Livro: Natureza em perigo( Espécies em Extinção )
Autor: John Burton
Data Da Publicação: Abril de 1989

Toxocariose

Causada pelo parasita Toxocara. cati, cujos ovos nós ingerimos sem saber (juro!), as larvas são libertadas e crescem nos nossos intestinos até se tornarem vermes adultos (acho que vou desmaiar…). Aproximadamente 40 dias depois, começo a eliminar milhares de ovos através das minhas fezes e é aí que surge uma possível contaminação dos humanos. Isto acontece através da manipulação da nossa liteira ou do contacto com locais públicos onde possamos ter estado, caso dos passeios, jardins ou zonas com areia, sendo as crianças mais susceptíveis, uma vez que brincam no chão e levam muitos objectos à boca. Nas pessoas contaminadas as larvas não se desenvolvem até à fase adulta, ficam-se pela fase larvar (menos mal não acha!?) que, na linguagem dos nossos donos, quer dizer Síndrome de Larva Migrans Visceral. Depois de libertadas, as larvas entram no sangue e infiltram-se em vários órgãos, originando o aparecimento de granulomas parasitários, reacções alérgicas e sintomas como febre intermitente, diminuição ou aumento de apetite, dores musculares, dor abdominal, tosse, anemia ou lesões oculares. No entanto, esta doença é facilmente tratada. Por outro lado, pense que a toxocariose apenas afecta 10% dos gatos adultos e 25% dos gatinhos com menos de 3 meses de vida.

in: http://ronronar.com/artigos/doencas-que-gatos-transmitem-pessoas

Hambúguer


Quantidade de 1 sanduíche

Água (%) 46

Calorias 245

Proteína (g) 12

Gordura (g) 11

Ácido Saturado (g) 4,4

Ácido Mono insaturado (g) 5,3

Ácido Poli insaturado (g) 0,5

Colesterol (mg) 32

Carbonato (g)28

Cálcio (mg)56

Fósforo (mg)107


Ferro (mg)2,2

Potássio (mg) 202

Sódio (mg)463

Vitamina A (UI) 80

Vitamina A 14

Tiamina (mg)0,23

Ácido Ascórbico (mg)1

Ancilostomíase

A Tubaeforme que pode entrar para os nossos organismos através da placenta, da pele, da ingestão de matéria orgânica com restos fecais de animais infectados ou através da amamentação, se a nossa mãe estiver igualmente infectada. Esta doença é mais propícia em zonas de praia e terrenos arenosos, onde andamos livremente, enterrando as fezes onde nos apetecer. Nos felinos, a ancilostomíase manifesta-se através do endurecimento da pele, principalmente das áreas do nosso corpo que têm mais contacto com o solo, tosse rouca e húmida, apatia, fadiga, palidez das mucosas, diarreia, perda de peso, vómitos esporádicos ou atraso no crescimento. Como zoonose que é, a ancilostomíase pode ser transmitida aos nossos amigos humanos se estes estiverem em contacto com solo ou areia infectada. Nas pessoas esta doença chama-se “larva migrans cutânea” e, tal como o próprio nome indica, manifesta-se apenas na pele (normalmente pés e mãos) através da formação de pápulas e/ou lesões subcutâneas, que uma vez diagnosticadas são facilmente tratadas.

in: http://ronronar.com/artigos/doencas-que-gatos-transmitem-pessoas

Quebra-Ossos


O abutre-barbudo (Gypaetus barbatus) é um abutre originário das montanhas da Europa, Ásia e África. Tais abutres possuem plumagem dorsal escura e ventral castanho-clara, cabeça e pescoço emplumados. Também são conhecidos pelos nomes de abutre-das-montanhas, abutre-dos-cordeiros e quebra-ossos. Um pássaro de grande porte, chegando a pesar 12,5 quilos, 1,10 metros de comprimento e uma envergadura que varia entre 2,75 e 3,08 metros.
O abutre-barbudo preenche um nicho ecológico altamente especializado, já que alimenta-se quase exclusivamente de ossos, os quais ele engole inteiros, ou atira ao solo em vôo, para comer a medula óssea, uma fonte de proteína não-aproveitada por outras espécies necrófagas. Daí não possuir o pescoço sem penas dos demais abutres, que não lhe conferiria qualquer vantagem evolutiva, já que não coloca a cabeça no interior de carcaças. Patrulha áreas montanhosas, em busca de ossos de animais, como a camurça, mortos em avalanches, ou espreita outras aves necrófagas enquanto estas limpam um cadáver. A espécie tem uma vasta área de ocorrência, e está sendo objeto de uma série de experimentos de restauração nos Alpes, onde foi exterminada pela caça no século XIX.




O Mico-Leão-Dourado


O Mico-leão-dourado é um primata encontrado originariamente na Mata Atlântica, no sudeste brasileiro. Encontra-se em perigo de extinção.
O mico-leão é conhecido popularmente por sauí, sagüi, sagüi-piranga, sauí vermelho, mico e outras denominações regionais.
Animal monógamo, uma vez formado o casal, mantém-se fiel. Entre os micos-leões, pequenos primatas americanos, o recém-nascido não passa mais que quatro dias pendurado ao ventre materno. Depois disso, é o pai que o carrega, cuida dele, limpa-o e o penteia. A mãe só se aproxima na hora de o alimentar. Ele estende os braços e o pai lhe entrega o filhote, que mama durante uns quinze minutos. mas, mesmo nessa hora, o pequeno não gosta que o pai se distancie.
Actualmente, resta apenas um único local de preservação deste animal, (restam cerca de 1000 no mundo, metade dos quais em cativeiro) a Reserva Biológica de Poço das Antas, que representa cerca de 2% do habitat original da espécie.


Traumatismo Craniano

Todos os traumatismos violentos na cabeça são potencialmente graves, uma vez que podem afectar o cérebro. Alguns deles, colocam a vítima em perigo de vida e nestes casos, são necessários cuidados médicos.

Os sinais indicativos de traumatismo craniano são sonolência, dores de cabeça, náuseas ou vómitos, visão enevoada ou dupla e tonturas. Devemos estar ainda alerta para alterações de consciência, perda de memória, discurso repetitivo em que a vítima faz sucessivamente a mesma pergunta, hematomas locais e assimetria das pupilas.

Mas, que passos seguir após o incidente, de forma a estabilizar e socorrer a vítima da melhor forma?

1 – Antes de mais nada, há que verificar o estado de consciência da vítima. Se estiver inconsciente e caso o traumatismo na cabeça tenha sido directo, como uma pancada, por exemplo, coloque-a deitada de lado, em posição lateral de segurança. Se o traumatismo for devido a queda ou se outras áreas do corpo possam estar envolvidas, há que suspeitar de traumatismo vertebromedular associado. Neste caso, não deve mobilizar a vítima! Providencie transporte ao hospital, contactando o 112.

2 – Se pela avaliação da vítima verificar que esta se encontra consciente, ajude-a encontrar uma posição confortável, sentada ou deitada com a cabeça ligeiramente elevada com recurso à utilização de a uma almofada. Verifique se há feridas ou escoriações do couro cabeludo. Estas podem sangrar severamente, sem que tal seja indicativo de gravidade. Utilize compressas ou um pano limpo de forma a fazer pressão no local ou locais das hemorragias. Aplique uma ligeira pressão sobre estas enquanto não chega a ajuda. Pode solicitar a ajuda da vítima para esta tarefa e caso as compressas repassem o sangue, aplique novas sobre estas.

3 – Verifique o estado da vítima a intervalos frequentes, anotando as alterações do seu estado de consciência, caso existam. Observe as pupilas da vítima com atenção, verificando se o tamanho de ambas é o mesmo ou se difere entre ambas. O facto de uma pupila estar mais dilatada e outra mais contraída, é considerado uma situação de extrema gravidade.

4 – Outra situação que pode presenciar é a saída de líquido por um ouvido. Se tal ocorrer, aplique uma compressa esterilizada e fixe-a com uma ligadura. Não faça pressão sobre o canal auricular e peça à vítima que incline a cabaça para o lado lesado.

in: http://www.ruadireita.com/saude/info/cuidados-com-um-traumatismo-craniano/

O esturjão-do-focinho-curto


Encontra-se ao longe da costa americana, desde New Brunswick, Canadá, até á Florida, e em grande canais fluviais. Está ameaçado pela poluição e pelo apodrecimento das barbatanas.
Nome do Livro: Natureza em Perigo( Espécies Em Extinção )
Autor: John Burton
Data Da Publicação: Abril De 1989

Benzodiazepina


As Benzodiazepinas são um grupo de fármacos ansiolíticos utilizados como sedativos, hipnóticos, relaxantes musculares, para amnésia anterógrada e actividade anticonvulsionante. A capacidade de causar depressão no SNC deste grupo de fármacos é limitada, todavia, em doses altas podem levar ao coma. Não possuem capacidade de induzir anestesia, caso utilizados isoladamente


domingo, 9 de maio de 2010

Reciclagem do Vidro


Todas as embalagens de vidro são recicláveis, quer se tratem de garrafas reutilizáveis que já fizeram várias viagens, quer se trate de garrafas sem retorno.

A reciclagem do vidro começa com os consumidores. Em vez de deitarem as garrafas de vazias no lixo, devem ditá-las no vidrão. O “vidro velho” depositado nos Vidrões chama-se “casco” e é recolhido por muitas Câmaras Municipais para ser vendido às indústrias vidreiras. Desde modo, não só se diminui o volume e o peso dos resíduos domésticas a tratar, como se gera mais uma fonte de receitas para as Autarquias. O “vidrão” é um contentor que deve ser usado exclusivamente para as embalagens de vidro. Para que a reciclagem seja bem sucedida, os consumidores não devem colocar no “vidro” outros materiais ou objectivos, tais como metais, plásticos, pedras, louças, lâmpadas, vidros de janelas ou espelhos, restos de comida, papéis, etc.

Reciclagem das Latas


Regra geral, todos os materiais metálicos usados podem ser recuperados e novamente fundidos. É bem conhecida a reciclagem da sucata de ferro, que se processa nas siderurgias. As embalagens metálicas seguem o mesmo procedimento, podendo ser recicladas nas siderurgias ou nas fundições de alumínio. A reciclagem dos metais a partir de objectos usados contribuí fortemente para a poupança de recursos naturais (minérios) e permite grande redução de gastos energéticos.

No caso das embalagens de alumínio, designadamente as latas de líquidos alimentares, há tecnologias que permitem fazer embalagens novas utilizando unicamente embalagens usadas. Em termos de produção, o alumínio obtido a partir de embalagens consome unicamente 5% da energia necessária para produzir a partir de matérias-primas minerais. Daí a importância da recolha das embalagens para reciclagem.

No nosso País, essa recolha está ainda pouco desenvolvida, apesar dos louváveis esforços de algumas Câmaras, que já colocaram contentores para esse fim na via pública. Importa expandir e diversificar os sistemas de recolha, informar e motivar os cidadãos a participar, bem como implementar unidades de reciclagem de acordo com as quantidades de metais a reciclar.

http://ciencias3c.cvg.com.pt/reciclagem.htm

Reciclagem do Plástico


Todos os materiais plásticos são recicláveis. Em Portugal reciclam-se anualmente milhares de toneladas de materiais plásticos provenientes, principalmente de resíduos da indústria. Os materiais usados pode dar origem a novos materiais: embalagens, revestimentos de solos, fibras para acolchoados, caixas de cassetes, brinquedos, material escolar, etc. Estes são os processos mais simples e constituem a chamada “reciclagem mecânica”. No entanto, os investigadores já descobriram e continuam a trabalhar em processos que permitem transformar plásticos usados em combustíveis semelhantes aos de uso corrente ou até em matérias-primas originais – é a chamada reciclagem química.


Por outro lado a reciclagem de materiais plásticos provenientes de uso doméstico, sobretudo embalagens, está a dar os primeiros passos em Portugal, pelo que o seu desenvolvimento é urgente e permitirá quer uma redução substancial nos resíduos a eliminar, quer uma poupança de matérias-primas. Para que a reciclagem seja bem sucedida, os consumidores devem separar os plásticos, evitando misturá-los com os resíduos orgânicos e seguindo as instruções fornecidas pelas Câmaras, quando estas instalam sistemas de recolha selectiva. Para facilitar a separação dos diferentes plásticos, os produtores devem incluir nos objectos um símbolo de identificação. Os plásticos recolhidos selectivamente, classificados e compactados, são depois entregues às industrias de reciclagem. Os cidadãos devem estar atentos às iniciativas das Câmaras e colaborar com elas para que a recolha selectiva tenha êxito.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Frill- Necked Lizard


O lagarto folho de pescoço (Chlamydosaurus kingii), também conhecido como o lagarto ou dragão frilled frilled, é encontrada principalmente no norte da Austrália e sul da Nova Guiné.
Seu nome vem do folho grande em torno do seu pescoço, que normalmente fica dobrada contra o corpo do lagarto. É amplamente arbóreas, passando a maior parte do tempo nas árvores.

A dieta do lagarto é composta principalmente de insetos e pequenos vertebrados.
O lagarto folho de pescoço é um lagarto relativamente grande, atingindo até 91,4 centímetros de comprimento. Também pode ser mantida em cativeiro.

O lagarto folho de pescoço é assim chamado por causa da grande juba de pele que normalmente fica dobrada contra a sua cabeça e pescoço. O folho do pescoço é apoiada por espinhos de cartilagem que estão ligados aos ossos da maxila.

Quando o lagarto tem medo, ele gapes sua boca, expondo um revestimento brilhante rosa ou amarelo, o babado chamas para fora também, exibindo laranja brilhantes e escamas vermelhas. Esta reação é frequentemente usado para evitar predadores ou durante o namoro.
O lagarto é um membro da família de dragões. É um grande lagarto relativamente, crescendo a 91,4 cm. O lagarto também é capaz de locomoção bípede. A cerviz lagarto babado não tem uma cor padrão, no entanto, é caracterizada por um corpo que é mais escura que o babado .

Existe apenas uma espécie de lagarto gravado folho de pescoço, no entanto, as variações imensas de cor entre as espécies levou alguns cientistas a hipótese de mais de uma espécie.

http://en.wikipedia.org/wiki/Frill-necked_Lizard - traduzir para Português

Tarsier

Tarsiers são primatas haplorrhine do Tarsius gênero, um gênero da família Tarsiidae, que é própria da família sobrevivente solitário no Tarsiiformes infraorder. Embora o grupo foi uma vez mais generalizada, todas as espécies vivas hoje são encontradas nas ilhas do Sudeste Asiático.

Os fósseis de primatas tarsiiform tarsiers são encontrados na Ásia, Europa e América do Norte, e não são contestados fósseis de África, mas tarsiers existentes estão restritos a várias ilhas do sudeste asiático, incluindo o Brasil, Sulawesi, Bornéu e Sumatra. Eles também têm o maior registro contínuo fósseis de qualquer gênero de primata, o registro fóssil indica que a sua dentição não mudou muito, exceto no tamanho, nos últimos 45 milhões de anos.

http://en.wikipedia.org/wiki/Tarsier - traduzir para Português